Bases Doutrinárias – Jejum

Cremos que a prática do jejum não é exclusiva dos tempos passados neotestamentários e que, portanto, é lícito a igreja dele se utilizar nos dias atuais.

O propósito do Jejum Bíblico é para servir de instrumento de consagração ao Senhor, de dedicação à oração e de humilhação diante dEle, por isso a prática deste jejum deve seguir as seguintes orientações:

a) Ser espontâneo;

b) Individual ou coletivo;

c) Nunca de forma ritual, obrigatória ou formal, pois este tipo de Jejum é censurado pelas Escrituras (Lucas 18:12);

d) Nunca tornar-se como elemento de ostentação ou de superioridade espiritual, como o próprio Jesus orientou (Mateus 6:16-18) e

e) Não ser feito de forma rotineira ou mecânica, mas sim com um fim específico (Atos 13:2 e 3).

O Jejum é recomendado pelo Senhor Jesus (Mateus 6:16-18), tornando-se, assim, parte integrante do Seu ensino à igreja.

EXTRAÍDO DO LIVRO ‘BASES DOUTRINÁRIAS’ – Autor: LÉO VILHENA
Esse material faz parte da Tese de Doutorado do autor

cover_front_big
Capa do Livro BASES DOUTRINÁRIAS
Anúncios

Os comentários estão encerrados.

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: